Notícias

Como planejar e mapear o conteúdo anual de suas redes sociais?

Redes sociais não servem apenas para compartilhar memes e postar vídeos engraçados. Bom, isso também é uma parte do conteúdo compartilhado por lá, mas para a sua empresa ela pode ser uma ferramenta e tanto.

Cada rede social possui uma necessidade de conteúdo diferente. O Facebook faz sucesso com imagens e vídeos, o Twitter com posts rápidos (de preferência relacionados aos trending topics), o Pinterest faz sucesso com fotos de culinária e moda (assim como o Instagram) e isso é apenas para citar alguns.

O ponto importante é que é possível usar o conteúdo de cada uma dessas redes sociais para atrair mais visitantes para o seu blog, criar uma comunidade de seguidores e até mesmo gerar leads. Mas para isso, é preciso planejamento. Afinal, como planejar e mapear o conteúdo anual das suas redes sociais?

Descubra o que o seu público gosta

Primeiro ponto: qual é o conteúdo que os seus seguidores de sejam consumir? Esse é o primeiro passo. Não adianta criar os melhores memes da internet se eles desejam blog posts e vídeos, e assim por diante. Entender as necessidades e preferências do seu público é o primeiro passo para mapear o conteúdo que deve ser criado para suas redes sociais.

Isso é possível através de ferramentas de gestão de perfis, como o Scup, ou através dos dados que as próprias redes sociais fornecem. O Twitter possui o TwitterAnalytics e o Facebook o Insights. As duas são ferramentas de análise que mostram dados de comportamento dos usuários que acompanha as suas páginas. Uma boa alternativa é trackear as suas campanhas pagas de redes sociais através de pequenos códigos HTML, e acompanhá-las através do Google Analytics.

Defina os tipos de conteúdo à serem criados

Agora que você já entende as preferências do seu público é hora de determinar quais serão os conteúdos criados. O primeiro passo é separá-los em categorias: vídeo, imagem, promocional, webinars, posts no blog etc. Todo tipo de material que será compartilhado deve se encaixar em uma categoria.

A partir daí, comece a criá-los! Quando dizemos criar, não é produzir o material, mas sim criar o corpo da mensagem que será compartilhada. É ideal que você já tenha um planejamento do que vai ser criado pelo time de marketing, quais webinars serão gravados, blog posts produzidos etc. Então, crie as atualizações de acordo com a rede social à ser utilizada e o tipo de conteúdo.

Crie um calendário editorial de postagens

Organização é a alma do negócio. Bom, uma parte dela, pelo menos! É importante ter a visão de quais posts serão compartilhados, quando, em qual rede social, qual será o texto, imagem etc.

O calendário editorial permite que você tenha uma visão ampla do que será feito ao longo dos meses. E pensando em conteúdo anual, ele é indispensável! Dentro do calendário editorial é possível organizar as postagens de acordo com sua categoria (vídeo, imagem, etc) e já definir qual é o texto de apoio e imagem que acompanharão o post (se necessário). Não se esqueça de mapear as datas comemorativas!

 Escolha uma das regras de compartilhamento

Existe um segredo para definir a quantidade de conteúdo que será compartilhado. Existem algumas “razões” de compartilhamento bem interessantes. Elas dividem a quantidade de conteúdo à ser postado relacionado a sua marca, a promoções, eventos etc. Separamos alguns para você conhecer.

5-3-2 criado por TA McCann da Gist.com:

– 5 conteúdos de terceiros;

– 3 conteúdos próprios;

– 2 atualizações pessoais de status.

555 + Shai Coggins da Ververly:

– 5 atualizações sobre sua empresa e seu conteúdo;

– 5 atualizações de conteúdo de terceiros;

– 5 respostas;

– + posts que adicionam valor como #tbt, #FollowFriday ou conteúdo criado por usuários.

Golden Ratio – 30/60/10, por Rallyverse:

– 30% próprio:

– 60% de terceiros (através de curadoria);

– 10% promocional.

Regra dos terços, blog da Hootsuite, por Sam Milbrath:

– 1/3 das atualizações são sobre você e o seu conteúdo;

– 1/3 das atualizações são conteúdos compartilhados de terceiros sobre ideias interessantes;

– 1/3 das atualizações são baseadas em interações pessoais que ajudam a criar e fortalecer sua marca.

A frequência de postagens

Muitos profissionais de marketing consideram essa a cereja do bolo. Saber quando postar é mais importante do que o que postar, na maioria das vezes. Cada rede social possui uma constância ideal, que não polui o feed de notícias do seu usuário e explora o maior alcance possível.

Mas não existe fórmula certa para definir horários e a quantidade de publicações, o segredo é testar e contar com a ajuda de ferramentas de análise.  Elas são capazes de avaliar quais tipos de conteúdo e quais momentos de postagem performam melhor.

Dica: o estudo Horários Nobres das Redes Sociais é um grande aliado na hora de planejar os conteúdos.

Para finalizar, é importante lembrar que você e o seu calendário devem estar preparados para mudanças e atualizações. Isso porque o ambiente digital é um espaço vivo e está sempre cheio de novas oportunidades de conteúdo pra sua marca. Fique ligado!

 

 

 

Fonte: ideas.scup